Todo guitarrista chega em certo ponto onde começa a achar a pentatônica menor um tanto quanto simples, até mesmo monótona. O próximo passo para esses músicos é, invariavelmente, focar em outras escalas, como a menor harmônica.

É muito comum que guitarristas comecem a estudar essa escala por exercícios de solos ou improvisos. Mas o músico Simon Revill sugere um approach diferente: conhecer a escala escrevendo riffs de heavy metal.

No vídeo abaixo, o guitarrista demonstra como usar a menor harmônica para criar esse tipo de riffs.