Dave Mustaine, lídeo do Megadeth

Líder do Megadeth, Dave Mustaine comentou o futuro do Big Four, grupo que reúne Anthrax, Megadeth, Metallica e Slayer, as quatro grandes bandas do thrash metal.

Com a iminente aposentadoria do Slayer, anunciada no início deste ano, uma nova apresentação do Big Four é incerta. “Não depende de mim. Todos no planeta sabem que cabe a Lars Ulrich, porque ele comanda o Metallica, que é a banda que está no controle –  o que não parece justo, já que o apelido sugere que somos iguais”, conta Mustaine em conversa com a equipe da Sound Exchange.

O problema é só um

Music Clan

Para ele, a grande questão é o monopólio do poder de decisão concentrado na banda de Lars Ulrich e James Hetfield. “Acho que os caras do Slayer, do Anthrax e do Megadeth são bastante dedicados à comunidade do metal. Se houvesse outro show, nós faríamos com certeza. Mas, se o Metallica disser ‘não’, então não há show do Big Four”, afirma.

O peso do Metallica em relação aos outros grupos incomoda muita gente do metal. Steve Souza, vocalista de outra importante banda da cena thrash, o Exodus, já declarou que não há igualdade entre os membros do Big Four.

Celebração

Dave Mustaine enxerga grande significado na junção das quatro grandes bandas do thrash. “Para um metaleiro, qualquer show do Big Four é como Woodstock para os fãs de rock dos anos 1970. É onde eles celebram a vida, conhecem pessoas e se apaixonam”.

O líder do Megadeth ainda exaltou o Slayer. “Não haverá outro grupo igual. Surgirão novas bandas influenciadas pelo Slayer, que soam de forma parecida, mas Tom Araya é único, assim como Kerry King”.

Assista a um dos shows realizados pelo Big Four abaixo:

Quer acompanhar outras opiniões de Dave Mustaine? Siga o guitarrista e vocalista do Megadeth no Twitter.