Gus G. posando para foto com uma guitarra

O guitarrista Gus G., conhecido pelos trabalhos com o Firewind e Ozzy Osbourne, elogiou as habilidades de ensino de Paul Gilbert e afirmou que o material didático do colega foi muito importante em sua formação.

“Eu diria que Paul Gilbert tem uma maneira muito boa de transmitir informações. Ele entrega tudo de forma divertida, então perdi a conta de quantas horas passei assistindo ao material dele. Foi com seus métodos que aprendi a praticar no canal limpo do amplificador e a controlar a distorção. Nunca se esconda atrás da distorção!”, disse Gus em recente entrevista ao Music Radar.

Persistir faz a diferença

Para Gus G., a técnica de crossing strings é um problema que todo guitarrista-solo tem.

“Não há outra maneira de aprender se não praticando”, revela. “O lick de Paul Gilbert no DVD Intense Rock, com três notas em uma corda seguidas de uma nota na próxima corda, é realmente útil, mas você tem de persistir nos treinos. Há um ponto em que parece que você atinge seu limite de velocidade, mas de repente algo acontece e você chega lá”, completa o músico do Firewind.

Leia também: Gus G. roubou um captador DiMarzio quando tinha 15 anos

Gravar é importante

Gus G. aproveitou para dar uma dica a todos os músicos: grave a si mesmo.

“Você precisa prestar atenção aos pequenos detalhes, como o vibrato. Perceber onde cada nota termina e começa, ou como as notas são divididas ao longo da batida. A melhor maneira é gravando a si mesmo. Em tempo real, você pode achar que soa legal, mas você ouve a gravação e percebe o quão pouco firme você é e onde precisa melhorar. Não estou dizendo que todos devem ser mecânicos, mas entender o seu próprio timing o fará um músico melhor”.

Acompanhe as novidades sobre Gus G. pelo site oficial do guitarrista.